segunda-feira, 11 de junho de 2012

Será possível Amar mais um filho que outro ?


No outro dia ouvi da boca de uma Mãe, que gostava mais de um filho que do outro. Embora gostasse dos dois, tinha um fraquinho a mais pelo mais velho. 
Será possível amar um filho mais que o outro ? 
Tenho dois filhos, um com oito anos e outra com 8meses, amo os dois num amor incondicional, amo os dois desmesuradamente. Não consigo sequer pensar que amo mais um que outro, porque Não amo. Não entendo como alguém consegue distinguir dessa forma os filhos, o amor.
Nunca senti que a minha Mãe  fizesse o mesmo, sei que sempre fui muito mimada e protegida por ser a filha mais nova, mas a nível de Amor, sei que ela ama e sempre amou as suas crias por inteiro num amor que não se mede, que não se pensa, que não se distingue. Ama-se e pronto...

34 comentários:

  1. Eu estou como tu não entendo isso. Eu amo os meus 2 filhos de maneira igual sem limites sem condições.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. que bom vc ser assim...mas infelismente tem muitaaa mãe que dá na cara que tem mais preferência de um filho... é cada história que dá dó..eu memso posso afirmar...triste viuuuu...

      Eliminar
    2. que bom vc ser assim...mas infelismente tem muitaaa mãe que dá na cara que tem mais preferência de um filho... é cada história que dá dó..eu memso posso afirmar...triste viuuuu...

      Eliminar
    3. Eu estou numa situaçao por dentro que fico me perguntando pq amo e sinto mais falta do meu filho mais velho do que do mais novo, tenho dois filhos homens um com 31 e outro com 26, mais ate hoje nao entendo os sentimentos que passam dentro de mim amo os dois intensivamente , mais o primeiru com muita intensidasdee carencia, ele se casou e foi embora e eu me deprimo demais com a sua ausencia sinto um amor por ele que nao sei esplicar , nao e igualao mais novo, nao consigo esplicaçao para essa diferença.estou depreciva por isso.

      Eliminar
  2. Eu só tenho a experiência de ter um filho mas se tiver mais penso que os vou amar de igual forma, sem diferenças...eu sempre tive uma infância muito feliz e sempre m senti muito amada pelos meus pais mas sempre senti que a minha mãe protegia mais o meu irmão e sempre foi mais condescendnte para com este...um dia disse-lhe o que sentia e esta respondeu que não era amar mais um filho que o outro, que era preocupar-se mais com o meu irmão pois este tinha mais "azar" na vida e que eu tinha nascido com a sorte tosa e que a minha vida corria sempre bem...mas como eu não acredito nisto de sorte e de azar e penso que a nossa sorte se constrói nunca acreditei muito naqula explicação...mas sinto-me amada mas penso que há muitos filhos que não são amados de igual forma, penso não, tenho a certza...

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho uma filha e o meu amor por ela é incondicional... ja a minha mae desde cedo fez distinção entre os filhos, somos 5 irmaos e o seu amor por nós foi sempre diferente e isso ve-se nas atitudes e palavras. Mas continuo a gostar muito da minha mae, com os seus defeitos ela é a Minha mae, é unica, uma mulher lutadora.

    ResponderEliminar
  4. Condordo. Não consigo amar mais um que outro. É impossível. Bjs

    ResponderEliminar
  5. Eu amo os meus dois filhos incondicionalmete posso tentar proteger neste momento mais o mais velho só porque não quero que ele se sinta inferior á mana porque ela é muito inquieta e dedico-lhe muita atenção e para ele não sentir compenso de outra forma mas amor pelos filhos é um amor único .
    bjinhos

    ResponderEliminar
  6. Também não consigo entender isso.
    Só tenho um filho e como tal não posso falar de experiência propria, mas sou filha e tenho um irmão. O amor que senti sempre, por parte dos meus pais, é exactamente igual ao que o meu irmão recebe.
    O mimo, a atenção, o carinho, a protecção, amor são iguais. E só consigo imaginar as coisas assim...
    Beijo*

    ResponderEliminar
  7. Só tenho um filho (ainda) mas esta questão faz-me MUITA confusão. Não por mim, pq acho que vou amar todos de igual forma, claro que a diferença para o 1º vai ser a atenção a 100% (que não vai existir) e o facto de muita coisa já não ser novidade... mas o amor, (tenho a certeza) vai ser igual!

    No outro dia comentávamos isto com os avós paternos, que nos disseram na lata, que o amor pelos próximos netos não ia ser igual, o Baby Boy, por ser o 1º, ia ser sempre especial! Disseram até que podíamos ficar só com este... isto deixou-me perplexa!

    ResponderEliminar
  8. Eu amo os meus filhos de igual forma e não vivo sem nenhum. No entanto este seu post deu origem a uma pergunta na minha cabeça que até a considero pertinente, mas vou guardá-la para um dia destes escrever sobre isso :)Quanto aos avós já ouvi e ouço diversas vezes de várias pessoas que o primeiro neto será sempre o primeiro,venham quantos vierem a seguir.

    ResponderEliminar
  9. Eu penso o mesmo que tu. Embora só tenha um filho, mas penso que se tivesse mais, o amor seria o mesmo.
    Mas infelizmente, tenho um caso na família em que se nota distintamente que o pai perfere a filha ao filho, nota-se na maneira de falar, na forma como trata os dois, em tudo. Até as pessoas de fora notam essa distinção. E é muito triste e revoltante para quem é preterido.

    ResponderEliminar
  10. Eu penso que sim. Não sou mãe, mas sou filha e irmã e por vezes sinto que isso é possivel. Somos 3 irmãs e desde sempre tive a sensação que a mais velha era a mais amada, isso não me faz confusão nenhuma e eu e a mais nova, brincamos com a nossa mãe sobre o assunto. Ela nega claro, e fica chateada, por dizermos isso, mas é o que eu sinto. (não me armando em coitadinha, porque sempre tive tudo, muito amor incluído e sei que ela nos ama muito).
    Depois, a mais velha foi mãe há 4 meses e diz que não sabe se quer mais filhos, porque acha que não ia amá-los da forma como ama a Matilde.
    Não sei...

    ResponderEliminar
  11. Bem eu não tenho 2 filhos mas acho que se amam os filhos de maneira igual, talvez em certas alturas da vida por uma razão ou outras alguém fique mais próximo de um de que de outro mas o Amor deve ser igual...

    ResponderEliminar
  12. Eu só tenho um filho mas acho que o maor pelos filhos não se divide (e neste caso em partes desiguais) mas sim que se multiplica.

    ResponderEliminar
  13. Eu tbm não entendo,mas há muita gente que faz essa distinção.Talvez porque se identificam,por que é mais parecido em feitio,mais bonito,mais inteligente...há uma série de razões,a meu ver,ridículas,que banalizam o amor....

    ResponderEliminar
  14. Eu tenho uma irmã mais velha 6 anos e nunca senti amor a mais ou amenos em relação à minha mãe. Mas existem pessoas assim, infelizmente e que não se importam nada de demonstrar isso ao filho mais ou menos amado. É triste, muito triste...
    Beijinho ;o)

    ResponderEliminar
  15. Eu acredito que os pais gostem mais de umas coisas num filho e de outras no outro, mas no geral, acho que os pais não conseguem dizer que gostam mais de um filho do que de outro. Assim como eu não consigo dizer que gosto mais da minha mãe do que do meu pai. Adoro os dois cada um de forma diferente...

    ResponderEliminar
  16. Isso é muito estranho..Não tenho filhos, mas sempre pensei, tal como tu, que o amor pelos filhos é igual...

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  17. Há pais que amam mais um filho do que outro e nota-se bem.
    Felizmente os meus pais amam-me a mim e ao meu irmão da mesma forma :)

    ResponderEliminar
  18. Acho que há diferentes amores mas nunca maiores ou menores! ;) Não tenho filhos, mas acho que vou amar os meus filhos sempre da mesma maneira. cada um ao seu jeito!

    ResponderEliminar
  19. Eu nunca senti que os meus pais gostavam mais do meu irmão do que de mim. Sempre me senti no mesmo pé de igualdade. No entanto, tinha um colega no liceu que se percebia perfeitamente que o irmão mais novo era o filhinho querido. beneficiavam-no em relação ao meu colega e tudo aos olhos de todos. Como é obvio esse tipo de comportamente fez com que os irmãos não tivessem um bom relacionamento.

    A minha explicação para esse facto tem a ver com problemas kármicos para resolver. Eventualmente essa mãe, numa outra vida, tive um qualquer atrito com o filho mais novo e ou o filho mais velho é uma alma companheira de muitas jornadas com quem tem uma grande cumplicidade, o que não acontece com o filho mais novo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Tenho uma situação próxima onde isso acontece. E essa mãe já fez questão de o dizer e demonstrar...

    ResponderEliminar
  21. Não acho que seja mais amor... apenas se dá melhor com a personalidade de um.

    ResponderEliminar
  22. acho que para muitos pais isso é impensável, amamos os filhos de igual maneira, mas sei que há excepções!

    ResponderEliminar
  23. Não sei se será possível, mas por vezes nota-se uma certa preferência...

    ResponderEliminar
  24. Tb amo os meus filhos de igual modo, apaixonadamente, sem limites... claro que existem afinidades que podem aproximar-nos mais de um do que de outro em certas alturas, mas o amor é igual. Qd adotei sp me questionaram se n tinha medo de gostar mais do biológico ao q respondia q se tal me passasse nem que fosse um segundo pela cabeça, nunca teria mais que um filho...

    Obrigada pela visita ao meu blog, virei aqui mais vezes sem duvida

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  25. Em qualquer relação de afeto há uma componente de sedução. É preciso os pais seduzirem os filhos, os filhos os pais, o marido a mulher, a mulher o marido, os professores os alunos, os alunos os professores, ....Como tal, de forma mais ou menos "inata", há filhos que "cumprem melhor essa componente de sedução" o que pode aproximar mais uma mãe (ou pai) do mesmo. O amor de mãe não tem limites, mas é humano, logo pode amar - sim - os filhos de forma diferente.
    E o mais importante é percebermos que todas as relações de afeto são "abaláveis" caso sejam maltratadas...

    ResponderEliminar
  26. Eu vivo isto constantemente, minha mãe gosta mais do meu irmão mais novo e deixa isso muito claro em atos. Já ouvi algumas poucas vezes também. Antigamente eu ficava chateada e muito magoada. Hoje que tenho os meus e os amo do mesmo modo e intensidade, não me incomodo tanto. Mas isso sempre está entre nós duas. Não tenho ela como minha mãe e sim como uma amiga. Mãe mesmo eu não a considero, acho que fiz isso para não me machucar mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nossa! Passo pelo mesmo, meus pais deixam de me ajudar ou dar atenção e pro meu irmão fazem além do q pode.Estou pensando em me afastar, ir morar longe pra amenizar.Como vc lidou com isso? Abraço

      Eliminar
  27. Penso eu, que é um assunto muito serio vc só tem certeza que sua mãe ama um filho mais que o outro quando realmente ela faz coisas injusta contra um dos filhos (eu)para ficar do lado do outro predileto.Fiquei muito triste não por ela me amar menos porem pela a capacidade de fazer coisas injustas comigo mais pensei Deus me ama isso´e que importa.

    ResponderEliminar
  28. Olá eu venho aqui por que eu acho que meu pai gosta mais do meu irmão
    Acho que e por que eu prefiro ficar mais jogando video game e meu irmão sai para fazer aeromodelismo , mais assim eu parei de ir por que meu "pai" me chMo de incapaz de fazer as coisa e isso na frente de todos meus parentes, então esses ultimos dias percebo que ele ta mais me focando do que meu irmão e isso me incomoda e me mata por dentro como eu li ne um comentário aaqui que oa pais seduzem os filhos e os filhos retribui eu cago e ando para o meu pai mais mesmo assim eu amo ele e como ele tenta brincar comigo eu corto saio de perto deve ser por que eu tenho trauma.
    AMO MEU IRMÃO E MEU Pai e minha MAE AMO TODOS MAIS DOI MUITO MESMO
    EU VIVO ISSO HOJE

    Obrigado por partilhar em isso.

    ResponderEliminar
  29. Eu sou a filha mais nova ( tenho uma irma ) e sempre percebi claramente que meus pais gostavam mais de minha irma que de mim, pelas atitudes mesmo. Natal meu pai saia comigo e mandava eu escolher presentes para todos , ate os namorados de minhas sobrinhas e pra mim nao. Quando criança minha irma possuia os melhores brinquedos e quebrava o pouco que eu tinha.Meu pai sempre deu carros pra ela e nunca pra mim e por ai vai. Foram muitas atitudes que sempre deixaram muito claro isso pra mim ate hoje.

    ResponderEliminar